segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

Especial Crossovers DC: Mulher-Gato & Vampirella: As Fúrias

O curioso crossover entre Mulher-Gato e Vampirella, personagens que pertencem respectivamente da DC Comics e a Harris Comics, foi publicado em Fevereiro de 1997 e foi escrito pelo veterano Bat-Escritor Chuck Dixon, desenhado por Jim Balent e teve arte-final de Ray McCarthy.

No Brasil, foi publicado na edição especial Mulher-Gato/Vampirella: As Fúrias, pela Editora Abril em Outubro de 1997

A Trama

Uma série de arrombamentos e roubos de jóias com temas felinos praticados por um misterioso monstro felino assolam Gotham City, e todas as pistas, sinais de um felino predador, fazem de Selina Kyle, a Mulher-Gato, a principal suspeita. Enquanto isso, Vampirella, que está investigando casos estranhos por ordem de Lilith, a mãe de todos os vampiros, decide caçar o misterioso monstro felino responsável pelos roubos.
Depois de uma longa viagem, Mulher-Gato volta a Gotham e é cercada pela polícia, que acredita que ela é a responsável pelos roubos. Enquanto fugia, é surpreendida por Vampirella, que também acredita que ela é o monstro responsável pelos roubos. Apesar de não conhecer a vampira, Mulher-Gato se surpreende ao descobrir que os dentes e garras dela são de verdade e foge. Enquanto as duas se combatiam e perseguiam pelas ruas de Gotham, a polícia recebe a informação que outro arrombamento com uma vítima falando sobre um monstro felino aconteceu a quinze minutos atrás, o que tira Mulher-Gato da lista de suspeitas.

Enquanto isso, Mulher-Gato revela que ela não tem nenhum poder de transformação como Vampirella concluiu, o que a faz repensar se Selina é o monstro felino dos roubos. Após sentir que Selina é humana, Vampirella explica o que está ocorrendo. Em seguida, Mulher-Gato diz que acha que sabe quem está comprando os artefatos roubados e por conhecer bem Gotham, propõe uma parceria temporária entre as duas. Usando Vampirella como forma de assustar, Selina passa a interrogar diversos bandidos em busca de informações e acaba chegando no Pingüim. O vilão passa a informação que os Gatos da Imperatriz (máscaras felinas de porcelana trabalhadas com ouro e jade que foram entregues a Imperatriz da China pelo Imperador do Japão) estão em Gotham e que esse certamente é o próximo local que o monstro felino irá roubar. Com o endereço em mãos, Mulher-Gato e Vampirella vão para o local na espera de capturar o monstro e limpar o nome de Selina.

Enquanto isso, Renee Montoya mostra ao Comissário Gordon que o pêlo encontrando no local do crime pertence a um Leopardo Negro, a Pantera. Já em Grenooble Tower, local onde estão os Gatos da Imperatriz, Vampirella e Mulher-Gato são surpreendidas por capangas do Máscara Negra e concluem que isso tudo é uma armação do Pingüim. Rendidas por eles, a dupla é “salva” pelo monstro felino, que é na verdade Pantha, uma criatura híbrida que pode se transformar numa Pantera. Vampirella, então, decide atacar a criatura e enquanto lutavam, Mulher-Gato decide fugir com as máscaras, mas acaba repensando sua atitude e decide ajudar sua aliada.Num parque, Pantha volta à sua forma humana e engana Vampirella a ferindo com uma estaca na costela. Nisso, Selina chega e Pantha foge.

Mais tarde, após se recuperar e alimentar, Vampirella, junto a Mulher-Gato, decidem tomar esclarecimentos com Pingüim, que admite não ter falado que as máscaras estavam na casa do Máscara Negra porque elas se esqueceram de perguntar o nome da parte envolvida. Surpreendentemente, a parceira do Pingüim revela ser Pantha, que passa a atacar Selina e Vampirella. Durante a luta, a vampira colocar dois dardos tranqüilizantes em Pantha, que estava como Pantera. Voltando a sua forma humana, Phanta diz que seu nome é Shari Parker, uma investigadora particular que representava um cliente que teve suas coleções de artes com temas felinos roubados e todas as pistas que encontrou a levaram a Oswald Cobblepot, o Pingüim. Ela anda diz que sabia que ele não entregaria as peças voluntariamente e por isso, ficou por perto observando e como seu cliente não obteve sua coleção legalmente, não passou as informações a polícia.

Enquanto iam embora, a polícia chegava para interrogar Pingüim. Em seguida, Vampirella diz que Pendagron, um aliado seu, irá levar Pantha pro esconderijo dele até ela se recuperar.Já Mulher-Gato, diz que talvez saiba onde estão as outras jóias que Pingüim conseguiu e que assim, talvez conseguisse negociar uma recompensa com o cliente de Pantha.

Após agradecer a Vampirella a limpar seu nome e descobrir que Pantha não era uma assassina, Mulher-Gato se despede da vampira, que diz ter certeza que ainda voltará a Gotham, por ela ser cheia de monstros.

2 comentários:

  1. Ah, essa Vampirela... pra ela eu dava meu pescoço, mole, mole! Gostaria de ter lido esse crossover!

    ResponderExcluir
  2. kkkkk Quem não daria...Pô, talvez você ache esse crossovers em sebos ou na loja Point HQ (RJ, mas vende pela internet). Eu o achei na KomiKong, um evento que aconteceu aqui no RJ.

    ResponderExcluir

Maniacos por DC Comics, poste aqui sua opnião!