sexta-feira, 2 de abril de 2010

Dossiê Gavião Negro - Parte I: Era de Ouro & Era de Prata

Com este post se inicia o Dossiê Gavião, que irá tratar sobre o personagem com a cronologia mais confusa do Universo DC: Gavião Negro!

Era de Ouro
Criado em 1940 por Gardner Fox e Dennis Neville, o Gavião Negro fez sua primeira aparição em Flash Comics #1. Na trama, Carter Hall era uma reencarnação do faraó Khufu, que descobriu o misterioso Metal Enésimo, que era capaz de anular a gravidade, o que o permitia voar. Desta maneira, confecionou um uniforme com grandes asas que davam controle ao vôo e tornou-se o combatente do crime conhecido como Gavião Negro. Arqueólogo, Hall usava antigas armas no combate ao crime – maças, lanças e espadas – todas propriedades do museu de onde era curador. Em seguida, tornou-se membro fundador da Sociedade da Justiça da América em All Star Comics #3 (1940). Na oitava edição, tornou-se líder da equipe, posição que sustentaria até o final da fase da SJA em All Star Comics #57 (1951). Já Shiera Sanders, sua noiva, era reencarnação da Princesa Chay-Ara e ela acabou por se tornar a Mulher Gavião em All Star Comics #5 (1941). Unidos, fizeram parte do Comando Invencível, equipe que reunia praticamente todos os heróis da Era de Ouro para lutarem na Segunda Guerra Mundial.

Era de Prata
Com o fim da guerra, a moda dos super-heróis começou a perder forçar para a ficção cientifica. Para sobreviver, a National Periodical Publications (nome da DC Comics na época), foi obrigada a cancelar títulos de seus super-heróis e buscou novos ramos. No início da década de 50, as HQs de Ficção Científica que a editora lançou se tornaram um estrondoso sucesso. A idéia da publicação foi dada pelo editor Julius Schwartz. Em 1954 chegava às livrarias dos EUA, o livro Seduction of Innocent, livro escrito pelo psicólogo Frederic Wertham, que iniciou uma verdadeira guerra contra os quadrinhos. A obra destacava a influência negativa dos quadrinhos nas crianças. O livro foi tão repercutido que uma comissão do Senado americano foi criado para investigar as acusações de Frederic. Para debater as acusações, a CMAA (Comics Magazine Association of America) criou o Comics Code Authority, um extenso conjunto de regrar do que poderia ser mostrado nas revistas. Com isso, antes de publicarem seus títulos, as editoras deveriam enviá-los a CMAA, que analisava se o material estava de acordo com o código. Os aprovados recebiam o direito de incluir em suas capas um selo de aprovação.
Com a pressão do Comics Code às HQs de terror e policiais (que eram os sucessos da época), a National, que usava como logo “Superman-DC-National Comics” (DC de Detective Comics), percebeu que aquele era o momento ideal para relançar seus antigos super-heróis. Julius Schwartz aceitou o projeto com uma única condição, reformular o personagem escolhido para o relançamento. Dessa maneira, novas versões dos heróis da Era de Ouro foram lançadas, incluindo o Gavião Negro. Com isso, se iniciou a Era de Prata.
Nessa versão criada por Gardner Fox e Joe Kubert, seus poderes permaneciam basicamente os mesmos, mas sua origem não. A nova origem estabalecia que ele e sua esposa Shayera eram policias alienígenas oriundos do planeta Thanagar. Nestas novas incarnações, Gavião Negro se chamava Katar Hol e Mulher Gavião, Shayera. A dupla veio à Terra no encalço de Byth, um criminoso Thanagariano. Ao conhecerem a nova cultura, resolvem ficar e estudar os meios de combate ao crime na Terra. No nosso planeta, adotaram os nomes Carter e Shiera Hall e se tornaram curadores de um museu de Midway City.

Gavião Negro se tornou membro da Liga da Justiça da América, onde ele, um policial conservador, conheceu e desenvolveu a famosa relação antagônica com o milionário e liberal Oliver Queen, o Arqueiro Verde. Na equipe, também desenvolveu uma grande amizade com Ray Palmer, o Eléktron. Parceria esta que se estendeu por anos e a dupla de amigos, inclusive, tiveram um título: Atom and Hawkman, título este que foi "ressuscitado" durante a Noite Mais Densa.

Nos anos de 1960, Jay Garrick, o Flash da Era de Ouro, se encontrou com Barry Allen, o novo Flash da Era de Prata. No encontro, foi estabelecido que os personagens da Era de Ouro viviam num Universo alternativo, a Terra 2 e que os personagens da Era de Prata viviam na Terra 1. Isso providenciou os encontros anuais entre Liga da Justiça e Sociedade da Justiça.
No primeiro encontro entre as equipes, onde o Gavião Negro da Era de Ouro participou, foi revelado que a SJA havia se aposentado e acabou voltando a ação para se unir a LJA.
A partir daí, múltiplas Terras compondo um Multiverso infinito surgiu e isso causou um grande problema na continuidade. Para resolver isso, a DC Comics, nome já adotado, publicou a grandiosa saga Crise nas Infinitas Terras no seu aniversário de 50 anos. Mas isto é assunto para a segunda parte...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Maniacos por DC Comics, poste aqui sua opnião!