domingo, 21 de novembro de 2010

Space Ghost Costa a Costa: Tarcísio Aquino - Torre Titã

O Space Ghost Costa a Costa desta semana é com Tarcísio Aquino, criador do blog Torre Titã:

Tarcísio Aquino nasceu em 1978 e é mineiro de Poços de Caldas. Fisioterapeuta por opção, nutre uma verdadeira paixão pelo mundo dos quadrinhos, principalmente DC e Titãs. Devido ao blog, obteve contato com o meio profissional, mantendo contato, pelos bastidores, com vários artistas e roteiristas. Ele mantém o blog TORRE TITÃ, onde pode se encontrar tudo mesmo sobre os personagens do universo titânico, como perfis, notícias, entrevistas, etc.

Antimonitor HQs: De onde surgiu a ideia de criar o blog Torre Titã?

Tarcísio Aquino: Bom, surgiu assim que a Editora Panini passou a publicar os Novos Titãs. Eu colecionava os Novos Titãs desde os anos 80, mas depois que a Abril cancelou o título, não tive o que fazer a não ser reler as edições. Na época, não havia tido o "boom" da internet, então eu nem sabia o que estava rolando no grupo. Certo dia, um amigo comprou uma Wizard americana e me mostrou que a Devin Grayson estava retornando com o grupo. Eu pirei, pois vi o Tempest (nem sabia que ele havia deixado de ser Aqualad) e etc. Assim, passei a pesquisar mais sobre o que rolava.

Anos depois, a internet já estava bem acessível, então, conheci o site do meu amigo Bill Walko. Ali, pude saber tudo sobre o grupo, novamente. Mas isso não bastava! Passei a comprar as edições da Panini com uma sensação nostálgica. Entretanto, resolvi deixar a editora de lado, pois a tal distribuição setorizada prejudicou minha coleção. Neste ínterim, um amigo me indicou uma loja que importava as revistas dos EUA. Na mesma hora mandei um e-mail e, desde então, as importo. Mas isso não foi o suficiente, com um amigo americano, pude completar toda a coleção americana dos Titãs, desde os anos 60.

E como a paixão por eles havia voltado com tudo, me inspirei no site do Bill e passei a traduzir tudo sobre eles... E o resto você já sabe...

AHQs:Qual foi seu primeiro contanto com as Hqs? E com os Titãs?

TA: Bom, como toda criança, meu primeiro contato foi com os personagens Disney e Turma da Mônica. Mas certa vez, meu cunhado me mostrou uma coleção do Tarzan. Fiquei maravilhado! Em seguida, certo dia, fui a uma banca de revistas e vi Novos Titãs #20. Me apaixonei pela Donna Troy e, com a ajuda de meu cunhado, passei a colecionar as revistas. Eu me apaixonei, realmente pelos personagens...

AHQs: Por que o amor pelos Titãs?

TA: Porque eles não são apenas super-heróis. Sempre tiveram seus conflitos, paixões e sofrimentos. E isso impressionava qualquer criança ou adolescente da época. Como não cair de amores pela personalidade de Donna, altruísmo de Dick ou o mistério de Ravena? E como não se espelhar no espírito amigo do Joey?

Minha família me educou com muito carinho e cumplicidade. E sempre vi isso nos Titãs. Me sinto como se fosse amigo deles e, na infância, podia jurar que eles existiram [Risos]. Devo muito a Pérez e Wolfman. Eles realmente marcaram minha infância.

AHQs: Você ainda possui seu primeiro gibi dos Titãs?

TA: Claro! Tenho tudo guardado em saquinhos, longe da umidade. As nacionais eu mantenho na casa de minha mãe - a protetora do meu baú [Risos]. Ela ajuda a manter a coleção longe dos meus sobrinhos pequenos. As importadas, mantenho em saquinhos, num armário para sempre consultar ou reler.

AHQs: Quais são seus artistas preferidos?

TA: Bom, Jimenez é meu favorito. Paralelo vem o Pérez e o Ivan Reis, seguidos de Alan Davis, Garcia-López, Brian Bolland, Eddy Barrows, Tom Grummett, Cliff Richards, entre outros.

AHQs: Quais são seus roteristas preferidos?

TA: Jimenez, Wolfman, Krul, Geoff Johns e Paul Levitz.

AHQs: Quem é seu herói na vida real?

TA: Meu pai!

AHQs: Se você pudesse ser um Titã, qual seria?

TA: Difícil... Acho que seria o Tempest, pois tem muito a ver comigo!

AHQs: Qual é o seu Titã predileto?

TA: Mais fácil perguntar quais não curto, mas, gosto de todos. Cada um tem uma particularidade... Mas costumo dizer que meus favoritos são Donna, Tempest, Jericó, Arsenal, Estelar, Estrela Vermelha e Lilith. Não nesta ordem!

AHQs: Qual é seu livro de cabeceira?

TA: As Brumas de Avallon - Marion Zimer Braddley
As Crônicas de Artur - Bernard Cornwell

AHQs: Já sofreu preconceito por ler gibis?

TA: Não, nunca! Inclusive, minha família sempre apoiou e meus amigos, embora não compartilhassem a mesma paixão, viviam pedindo para que eu desenhasse alguns personagens.

AHQs: Você já teve uma fase na sua vida em que comprava tudo o que via pela frente?

TA: Não, sempre me foquei em uma coisa só. Exceto pela fase do Claremont em X-MEN. Comprava DC e X-Men.

AHQs: Qual foi a pior coisa que você já com um gibi seu?

Uma coisa que me odeio por fazer era colorir algumas edições da EBAL, que era em preto & branco. Imperdoável. [Risos]

AHQs: Como é sua rotina de leitura?

TA: Não me obrigo a seguir uma rotina... Mas sempre carrego um encadernado ou alguma edição para reler nos momentos de descanso. Entretanto, quando as revistas chegam em casa, eu folheio, leio e releio.

AHQs: Gostaria de fazer um merchan do blog?

TA: Bom, fico agradecido pelos leitores apreciarem-no e, principalmente pela ajuda que meus colaboradores dão. Mas acredito que a TORRE TITÃ é um dos maiores sites relacionados ao grupo, do mundo. E, talvez, o primeiro no Brasil. É feito com muita dedicação e carinho. Espero que tenha vida longa!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Maniacos por DC Comics, poste aqui sua opnião!