quinta-feira, 5 de maio de 2011

Enquanto isso na Sala da Justiça: Amigos, Super Amigos

Tudo começou quando a Hanna-Barbera licenciou os direitos de animação dos personagens da DC Comics e adaptou a Liga da Justiça dos quadrinhos para a televisão fazendo diversas mudanças durante o processo de transição, não apenas na mudança de nome da equipe para Super-Amigos, embora os membros da equipe, algumas vez, se referissem como a Liga da Justiça no desenho. A violência, comum nos quadrinhos de super-heróis, foi amenizada para um público mais jovem, bem como para se adequar às normas de transmissão restritivas em relação à violência na televisão dos anos 1970 para crianças.
Além da mudança do nome da equipe, novos personagens foram criados como integrantes: Marvin, Wendy e Supercão (que apareceriam muitos anos mais tarde como membros dos Novos Titãs nas HQs). Porém, ao término da primeira temporada, o trio foi esquecido já que a série foi cancelada.Porém, a popularidade das séries de TV Mulher Maravilha e O Homem de Seis Milhões de Dólares estimularam o interesse em renovar o programa Super-Amigos. Assim, em 1977, foi lançado The All-New Superfriends Hour, a segunda série de Superamigos. Para substituírem Marvin, Wendy e Supercão, foram criados Zan, Jayna, os Supergêmeos, e seu macaco espacial Gleek. A partir daí, novos personagens criados pela Hanna-Barbera foram introduzidas as equipes, como Vulcão Negro, El Dorado, Samurai e Chefe Apache, uma tentativa da H-B de tornar os Super-Amigos etnicamente diversificados.Assim como a maioria dos shows da Hanna-Barbera, os direitos da franquia Super-Amigos são de propriedade da Warner Bros, devido ao fato de que a WB, proprietária da DC Comics, mostra que o show sempre estivera sob controle da Warner Bros. Como resultado, o Cartoon Network não foi capaz de exibir as animações até depois da fusão da Time Warner e a Turner Broadcasting System fosse completa.
A animação foi criada pelo desenhista veterano de quadrinhos Alex Toth. As séries:

Os Super-Amigos ( Super Friends, EUA, 1973 – 1974: 16 episódios)
Essa foi a primeira adaptação para desenho animado da Liga da Justiça dos quadrinhos produzida pela Hanna-Barbera. Nela, Superman, Mulher Maravilha, Aquaman, Batman e Robin, juntamente com os adolescentes Wendy, Marvin e seu cachorro Supercão (Wonderdog, no original), combatiam o crime e lutavam pela justiça, além dos heróis ajudarem os adolescentes a se livrar das suas encrencas constantes. Os Super-Amigos recebiam os pedidos de ajuda e os chamados do coronel Wilcox na inesquecível Sala da Justiça, base da Liga criada especialmente para a saga e que se tornou parte do imaginário popular.
Três outros personagens da DC fizeram participações especiais nesta série: Homem Borracha, Arqueiro Verde e Flash (Barry Allen).
Curiosidade: Antes da série estrear, Superman e Mulher Maravilha fizeram aparições no desenho Brady Kids, da Filmaton. Já Batman e Robin participaram de dois episódios da série animada em que Scooby Doo e sua turma recebiam diversas celebridades.

--> Meio tempo entre as séries: Esta primeira série dos Super-Amigos, composta de 16 episódios de 1 hora de duração, foi cancelada em 1974. No entanto, o interesse dos telespectadores da ABC por super-heróis, especialmente com o sucesso de O Homem de Seis Milhões de Dólares e a série live-action da Mulhera Maravilha, fez com que a rede de TV americana revivesse os Super-Amigos. Para começar, os dezesseis originais episódios da série foram reprisados editados em versões de meia-hora de 1976 até 1977. Enquanto isso, a DC Comics publicou os quadrinhos dos Super-Amigos, com Wendy e Marvin como membros. Entretanto, a Hanna-Barbera começou a produzir uma versão remodelada do show.

Os Super-Amigos (The All-New Super Friends Hour, EUA, 1977 – 1978: 60 episódios)
Dando seqüência às aventuras da imbatível Liga da Justiça, esta versão animada substituía Marvin, Wendy e o Supercão pelos irmãos gêmeos alienígenas Zan e Jayna, os Supergêmeos. Oriundos do planeta Exxor, vieram à Terra para aprender a serem heróis com a LJA. Zan e Jayna podiam "ativar" ou "desativar" seus poderes quando juntassem as mãos. Ao ativarem seus poderes, Zan pode tomar a forma da água em seus diversos estados (gasoso, líquido, sólido) alterando inclusive a temperatura sem mudança de estado. Já Jayna pode se transformar em qualquer tipo de animal. Os gêmeos se assemelhavam a “duendes” devido às suas orelhas pontudas. Zan e Jayna usavam colantes roxos similares. Auxiliados por seu macaco alienígena de estimação chamado Gleek, os Supergêmeos não apenas ajudavam os Super-Amigos nas mais arriscadas missões, como também prestavam socorro a adolescentes em perigo. (Para saber mais sobre os Supergêmeos e Gleek, clique AQUI).
Na série, além da presença constante de Superman, Batman, Robin, Aquaman, Mulher Maravilha e os Supergêmeos, havia a participação esporádica de Flash (Barry Allen), Átomo (Eléktron, nas HQs), Lanterna Verde (Hal Jordan), Homem-Gavião (Gavião Negro) e Mulher-Gavião. Além desses, três personagens criados pela Hanna-Barbera exclusivamente para a série foram introduzidos: Vulcão Negro, Samurai e Chefe Apache. Durante a série, Rima, a garota da selva, também apareceu.
Esta é também a primeira temporada de recurso vilões que apareceram nos quadrinhos, Manta Negra (Arraia Negra nos gibis) e do Fantasma Fidalgo. Curiosamente, Manta Negra tinha um uniforme marrom, bem diferente do que sua versão dos quadrinhos na época e em Desafio dos Super-Amigos.

--> Os novos personagens:
Vulcão Negro: A intenção era usar Raio Negro, herói negro com poderes elétricos presentes nas publicações da DC na época, porém, este não pôde ser usado devido a disputas entre a DC e o criador do personagem, Tony Isabella. Com isso, Vulcão Negro foi criado como uma forma de transformar a equipe etnicamente diversificada.
Chefe Apache: Um indígena nativo-americano podia ficar gigante ao falar a palavra "Inyuk chuk"("Grande Homem"). Apache foi criado como uma forma de transformar a equipe etnicamente diversificada.
Samurai: O japonês Toshio Eto podia controlar os ventos. Além de ser inserido para criar a diversidade étnica na equipe, Samurai, em certo sentido, tomou o lugar do Tornado Vermelho, com quem compartilha habilidades semelhantes. Mais tarde, foi inserido nos quadrinhos.
Rima: Rima, a garota da selva, era uma heroína criada em 1904 por W.H Hudson em seu romance Green Mansions: Um Romance da Floresta Tropical. Em 1974, foi adaptada como personagem de quadrinhos e de destaque na série mensal de curta duração Rima The Jungle Girl, publicada pela DC Comics. Em 1977, apareceu em Super-Amigos.

O Desafio dos Super-Amigos (Challenge of the Super Friends, EUA, 1978: 32 episódios)
Talvez a mais famosa versão que sucedeu a série animada original, o Desafio dos Super-Amigos trazia os Super-Amigos, compostos por Superman, Batman, Robin, Aquaman, Mulher Maravilha, Lanterna Verde, Flash, Homem-Águia (Gavião Negro), Samurai, Vulcão Negro e Chefe Apache, enfrentando a Legião do Mal.
A Legião do Mal reunia os vilões: Lex Luthor, Giganta, Cheetah, Brainiac, Solomon Grundy, Sinestro, Gorila Grodd, Charada, Espantalho, Homem-Brinquedo, Bizarro, Capitão Frio e Manta Negra (Arraia Negra). A base da Legião do Mal ficava num pântano e o design dela lembrava o capacete de Darth Vader, de Star Wars. Curiosamente, apesar do Charada mostrar um conjunto de cartas com (da esquerda para a direita) Gleek, Zan, Aquaman, Mulher Maravilha, Robin, Batman e Superman, que depois queimam-se e se transformam em cinzas, em sua introdução no episódio "Procura-se: O Super Amigos" os Supergêmeos e Gleek não aparecem em O Desafio dos Super-Amigos.
Ainda aparecem nesta série, Superboy (Superman quando jovem) e Abin Sur. O último no episódio em que a Legião do Mal interfere nas origens dos heróis, o substituindo, com Lex Luthor se tornando o Lanterna Verde.

Como dito anteriormente, é a mais famosa e lembrada versão dos Super-Amigos, sem contar sua abertura, que arrepia e emociona muita gente até hoje.
Curiosidade: Em 1979, a rede NBC, em parceria com a Hanna-Barbera, produziu dois episódios de Legends of Superheroes, um seriado com atores reais inspirado em O Desafio dos Super-Amigos. Já que o desenho era prouzid em parceira de direitos autorais com outra emissora, os nomes “Liga da Justiça”, “Super-Amigos”, “Legião do Mal” e “Sala da Justiça” foram vetados, além das ausências de Superman, que estava nas mãos dos produtores de seu filme e da Mulher Maravilha, que estrelava um seriado de sucesso na época. Os personagens foram substituídos por Capitão Marvel, Canário Negro e Caçadora. Do lado dos vilões: Modru, Mago do Tempo, Giganta, Sinestro, Charada, Dr. Silvana e Solomon Grundy. Um besteirol assumido, os dois episódios mostram situações inusitadas como a participação de ambas as equipes num show de calouros, com direito a aparição da mãe do Gavião Negro, ou Sinestro disfarçado de cigana tentando roubar o anel do Lanterna Verde ao ler a sua mão. Apenas uma única coisa se salva disso: é um prazer rever Adam West e Burt Ward como Batman e Robin e Frank Gorshin como Charada, papéis que o trio fez no seriado camp do Batman nos anos 60.

Os Super-Amigos (The World’s Greatest Superfriends, EUA, 1979 – 1980: 8 episódios)
No finalzinho da década de 1970, a Hanna-Barbera, apesar da ótima repercussão da versão anterior de Super-Amigos, reformulou tudo novamente. A equipe passou a ser formado novamente apenas por Superman, Batman, Aquaman, Mulher-Maravilha, Supergêmeos e Gleek. A Legião do Mal foi substituída por aparições de Lex Luthor e outros. Esta encarnação particular dos Super-Amigos baseou-se pesadamente no folclore e em contos de fadas clássicos.

Os Super-Amigos ( Super Friends, EUA, 1980 – 1982: 66 episódios)
Em mais uma reformulação, a série abandonou as histórias longas, que foram substituídas por episódios curtos, com média de 7 minutos cada. A equipe era composta por: Superman, Batman, Robin, Mulher Maravilha, Aquaman, Supergêmeos e Gleek. Além disso, tivemos as aparições de El Dorado, um herói latino criado pela Hanna-Barbera exclusivamente para a série para transformar a equipe etnicamente diversificada.

Por este ponto, Hanna-Barbera e Warner Bros criaram um pacote de sindicação das séries anteriores dos Super Amigos (co-distribuídos pela LBS Comunicações), e estes foram apanhados por várias estações em todo os Estados Unidos e eram geralmente transmitidos de tarde pela semana. Não querendo competir com a programação de distribuição do conteúdo, a ABC cancelou a série.
No entanto, durante este período de tempo, a Hanna-Barbera continuou a produzir novos episódios dos Super-Amigos. No total, 24 dos chamados "Episódios Perdidos" foram animados, mas não foram ao ar nos Estados Unidos nessa época. A série continuou ininterrupta na Austrália. Três desses episódios foram ao ar, quando Super-Amigos retornou a ABC no ano seguinte. O restante dos episódios, apenas foram ao ar em 1995, como parte do Superman / Batman Adventures Show. Felizmente, estes episódios foram lançados no DVD duplo Super Amigos: Episódios Perdidos, que chegou a sair no Brasil.

-->Novo personagem:
El Dorado: Criado especialmente para a série, o herói latino com raízes mexicanas, tinha diversos poderes como criar ilusões, voar, superforça, telepatia e teletransporte. Assim como Samurai, Chefe Apache e Vulcão Negro, foi criado para transformar a equipe etnicamente diversificada.

Super-Amigos ( Super Friends: The Legendary Super Powers Show, EUA, 1984 – 1985: 16 episódios)
Com roteiros mais elaborados, alguns episódios foram divididos em duas partes. A série mostrou a equipe formada por Superman, Batman, Robin, Supergêmeos & Gleek, El Dorado, Samurai, Vulcão Negro, Chefe Apache, Lanterna Verde, Mulher Maravilha e Tempestade (Firestorm, o Nuclear, como chamado nas HQs traduzidas).

Esta série introduziu Darkseid, que viria a ser o principal inimigo da equipe e demonstrava durante a série um bizarro interesse pela Mulher Maravilha, e Nuclear, que na tradução da série foi chamado de Tempestade. Outra coisa legal da série foi que Adam West dublou Batman.
O desenho marcou o lançamento de Super Powers, a famosa coleção de bonecos dos heróis e vilões da DC. A série foi produzida para ser uma espécie de “tie-in” da linha de bonecos produzidas pela Kenner, cuja história geral, conforme detalhado nos mini-gibis que acompanhavam os bonecos, os heróis se reuniram para lutar contra Darkseid e seus vilões.

Super-Amigos (The Super Powers Team: Galactic Guardians, EUA, 1985: 10 episódios)
A última animação produzida sobre os Super Amigos da Liga da Justiça, marcou a adesão do Titã Cyborg ao time de defensores do Universo. Curiosamente, a série não levou Super Friends em seu nome original. Uma vez mais situados na Sala da Justiça, com algumas mudanças no visual e em Metrópolis, os heróis combateram tais inimigos conhecidos como Lex Luthor, Brainiac e o Espantalho, bem como o vilão Darkseid, o principal. A animação também continha as primeiras e únicas aparições do Coringa, o Pingüim, a Gangue Royal Flush e Felix Fausto. O tom de Galactic Guardians era notavelmente mais sério do que das séries anteriores. Além disso, a série Galactic Guardians apresentou a primeira representação televisiva de origem do Batman, no episódio "The Fear". Outra curiosidade: Alan Burnett, que participou dos recentes desenhos do Universo DC Animado, escreveu os episódios da série.

Super Powers Team: Galactic Guardians durou uma temporada, e acabou sendo cancelado. O último episódio que foi ao ar foi a “A Morte do Superman”, que foi ao ar em 06 de novembro de 1985 e que contou com aparições de Flash (como membro da equipe) e El Dorado. No episódio, Superman morre devido a envenenamento de Kryptonina, mas felizmente, volta à vida. A equipe era formada por: Superman, Batman, Robin, Mulher Maravilha, Cyborg, Tempestade (Nuclear), Aquaman, Samurai, Flash Lanterna Verde, Flash e Homem-Águia (Gavião Negro). Assim como na série anterior, Adam West dublou Batman.

Encerrava-se a duradoura, memorável e clássica série dos Super-Amigos da Hanna-Barbera.

O que aconteceu com os personagens criados exclusivamente para a série?
Os personagens criados exclusivamente para a série (Marvin, Wendy, Supercão, Zan, Jayna, Gleek, Samurai, Vulcão Negro, Chefe Apache e El Dorado) eram de propriedade exclusiva da Hanna-Barbera, já que foram criados pelo estúdio. Porém, acabaram sendo anexados pela DC:

Marvin, Wendy e Supercão: Apareceram nos curtas de Zan e Jayna no bloco Adult Swin do Cartoon Network. Mais tarde, mostrados como gêmeos super inteligentes, se tornaram “membros” dos Novos Titãs quando se tornaram zeladores da Torre Titã após Crise Infinita. Supercão também apareceu e foi acolhido pelos irmãos. Porém, ele era uma criatura demoníaca do filho de Ares, que matou Marvin e confinou Wendy em uma cadeira de rodas, mas felizmente foi destruído. Wendy, então, se tornou Proxy, pupila de Oráculo.


Supergêmeos: Nos anos 90, foram anexados ao Universo DC, como membros da Justiça Extrema e da Justiça Jovem. Também fizeram uma ponta em LJA/Vingadores. Além disso, foram homenageados em diversos desenhos, como Liga da Justiça e outros. Ganharam curtas no Adult Swim e também apareceram em Smallville. Gleek nunca se tornou personagem da DC, mas recebeu homenagens em Batman: Os Bravos e Destemidos e em Smallville. (Para conferir estes fatos mais detalhadamente, clique AQUI). Recentemente, foram lançados action figures dos gêmeos e do macaco.


Samurai: Samurai apareceu na mini-série da DC Comics, Super Powers, que vinha junto com a linha de bonecos Super Powers da Kenner, no qual ele também tinha um boneco. Samurai tem um cameo em Crise nas Infinitas Terras #5. Um personagem parecido com Samurai apareceu recentemente em Crise Infinita, durante o culto dos super-heróis. Por fim, Samurai fez sua primeira aparição oficial nos quadrinhos do UDC alguns anos mais tarde, durante o evento O Dia Mais Claro, onde ele, afetado pelos poderes insanos do Coração Estelar de Alan Scott, foi mostrado destruindo Tóquio com seus ventos, mas felizmente foi derrotado por Congorilla e Jesse Quick. Samurai ganhou duas recentes figuras de ação: a primeira parte da linha Justice League Unlimited 3-pack acompanhado de Chefe Apache e Vulcão Negro e outra parte da linha DC Universe Classics.

Vulcão Negro: No primeiro episódio do desenho Super Choque, Virgil, identidade secreta do herói, testa diversos uniformes e um deles é o do Vulcão Negro (com calças), que é rejeitado por seu amigo Richie, que diz que a roupa faz ele parecer ter saído de um comercial de bateria. Mais tarde, Vulcão Negro apareceu na série do Adul Swim, Harvey, o Advogado, que mostrava o Homem Pássaro como advogado ao de diversos personagens clássicos da Hanna-Barbera. Vulcão Negro ganhou recentes figuras de ação: a primeira parte da linha Justice League Unlimited 3-pack acompanhado de Chefe Apache e Samurai e outra parte da linha DC Universe Classics.

Chefe Apache: Chefe Apache não aparece no mainstream do universo da DC Comics, mas um personagem um tanto similar chamado Corvo Manitu foi criado como uma homenagem a ele e este juntou-se a Liga da Justiça.Como Chefe Apache, Corvo Manitu e, mais tarde, a viúva de Manitu, foram vistos dizendo 'Inyuk chuk' quando lançavam feitiços ou invocando poderes. Apache apareceu em Harvey, o Advogado e em Família da Pesada. Recentemente, ganhou duas recentes figuras de ação: a primeira parte da linha Justice League Unlimited 3-pack acompanhado de Chefe Apache e Samurai e outra parte da linha DC Universe Classics. Nesta linha, ele é o boneco Collect & Connect da Wave 18, que tem Samurai, El Dorado e Vulcão Negro como bonecos.

El Dorado: El Dorado apareceu na animação adulta Frango Robô e ganhou um boneco parte da linha DC Universe Classics.

Todos estes se tornaram cult na cultura popular. Durante Liga da Justiça Sem Limites, Zan, Jayna, Chefe Apache e Vulcão Negro foram homenageados com versões ultimate suas, os Ultimen:Respectivamente:Wind Dragon (Samurai), Juice (Vulcão Negro), Long Shadow (Chefe Apache), Downpour/Shifter (Supergêmeos Zan e Jayna). Só faltou El Dorado, Rima, Marvin e Wendy.

E quanto a Rima?
Rima retornou aos quadrinhos na linha First Wave da DC, que resgatou diversos heróis clássicos como Spirit e Doc Savage. Nesta nova versão, Rima, agora uma nativa Sul-americana com piercings e tatuagens, não fala, apenas se comunicando com assobios semelhante a de pássaros.

Quadrinhos
A DC Comics publicou gibis do Super-Amigos dos anos 1970 até o início de 1980. A revista mostrou a substituição de Marvin, Wendy e Supercão pelos Supergêmeos e Gleek (assim como foram mostradas suas origens). Além disso, os gêmeos alienígenas nas HQs eram muito mais competentes e heróicos, não lembrando em nada suas versões atrapalhadas animadas.

Apesar de as charges não fossem canônicas no Universo DC Comics, embora, muitos fãs abordariam o assunto em colunas de cartas abordando as histórias dos Super-Amigos na "Terra-1A". Um exemplo de tentar encaixar os Super-Amigos no Multiverso DC da época.No entanto, algumas coisas da HQ foram relacionadas a histórias da época. Nesses quadrinhos, novos Super Amigos surgiram como Tornado Vermelho, Sol Nascente, Supergirl, etc.
Mais tarde, os Super Amigos apareceram na divertida graphic novel Superman e Batman: Os Piores do Mundo, onde a batalha entre Batmirim e Mr Mxyzptlk destroem os heróis.
Em 2008, a DC começou a publicar uma nova HQ dos Super-Amigos, agora estrelada por Superman, Batman, Mulher Maravilha, Aquaman, Flash e Lanterna Verde (John Stewart). Destinado a crianças, com um estilo de arte que lembra o de Marvel Super Hero Squad, a série tem um tom leve de humor.

“Spin-Offs” de Super-Amigos:
Homem Elástico (maneira incorreta como o desenho do Homem Borracha foi traduzido): O herói elástico apareceu na primeira série dos Super-Amigos num único episódio e mais tarde, ganhou uma série animada pela Ruby-Spears.Esta série tinha um episódio qu era na verdade diretamente relacionado com o episódio “Os Super Amigos encontram Frankenstein", já que o ajudante do Dr. Frankenstein, Gork, aparece no desenho do Borracha também, com dublador e design levemente alterado.

Batman: Uma série animada do Batman também foi considerada em meados dos anos 80, provavelmente com Adam West, reprisando seu papel dublando Batman. "The Fear" foi escrito como o episódio piloto da série, mas foi adaptado como um episódio de The Super Powers Team: Galactic Guardians.
Os Novos Titãs: A Hanna-Barbera iniciou a producação, em 1983, de uma série animada baseada em "The New Teen Titans" de Marv Wolfman e George Pérez. A animação seria uma variação de Super Amigos e foi encomedada pela ABC. Infelizmente, esta série não passou de breves estudos dos personagens que iriam estrelar o desenho animado: Moça-Maravilha (como líder, ao invés de Robin, já que ficaria de volta porque sua imagem estaria vinculada aos Super Amigos), Kid Flash, Cyborg, Estelar, Ravena e Mutano. O projeto não foi pra frente por causa dos Smurfs, já que o sucesso alcançado pela concorrete NBC com o desenho dos pequenos serez azuis fzaream com que ABC investisse no ramo de desenho infantil.

Ainda em 1983, a Hanna-Barbera produziu um comercial dos Novos Titãs contra as drogas, que assolavam os EUA na época. A caracterização dos personagens seguiu a concepção de George Pérez, para que a campanha ficasse fiel aos quadrinhos. Porém, Robin mais uma vez não apreceu, já que seus direitos autorais estavam com a Nabisco, principal concorrente da Keebler, fabricante de biscoito que produziu as HQs dos Titãs na campanha anti-drogas junto a DC. Em seu lugar surigu o jovem herói Protetor.
The New Adventures of Wonder Twins: As Novas Aventuras dos Supergêmeos foi uma coleção de cinco curtas que faziam parte do bloco de desenho adultos Adult Swim, mostrado no Cartoon Network. Estes shorts contaram com Zan e Jayna de uma forma muito mais humorística. Muito humor negro nesses shorts que tiveram a aparição de Marvin, Wendy e Supercão.

Homenagens
(Como seriam os Super Amigos na "vida real" - Homenagem de um fã)

Por ser considera uma das 50 melhores animações da história, conforme mostrado na lista do site IGN, os Super-Amigos se tornaram cult na cultura da população, recebendo homenagens em TV Pirata, Trapalhões, That 70s Show, Liga da Justiça (em que Flash sugestiona o nome de Super Amigos par a equipe recém formada), Liga da Justiça Sem Limites (os Ultimen, a nova versão da Legião do Mal, os Lava Men, monstros de uma das séries dos Super Amigos), Padrinhos Mágicos. Família da Pesada, South Park, Esquadrão Força Total também homenagearam a série. Também temos Amigos da Justiça (paródias dos Vingadores da Marvel apresentados no desenho O Laboratório de Dexter. O nome do grupo de heróis, situações e humor eram derivados dos Super Amigos).
Os Super Amigos também foram homenageados nos próprios quadrinhos da DC. Os membros da antiga Liga da Justiça Internacional ficaram conhecidos por um tempo como Os Super Amiguinhos.

Alex Ross
, fã assumido do desenho, já homenageou o desenho diversas vezes. Uma em o Reino do Amanhã, em que fez o Gulag semelhante a base da Legião do Mal e sede das Nações Unidas idêntica a Sala da Justiça. Sem contar a participação de Marvin.
A segunda grande homenagem foi na minissérie Justiça, onde Ross e companheiros mostraram uma versão mais série e realista do confronto entre Liga da Justiça (Super Amigos) e Legião do Mal.
Na revista mensal da Liga, depois da destruição do satélite da LJA, a equipe se mudou para a Sala da Justiça, sediada em Washington. Além do nome, a base tem design idêntico a base da série. E a base de Luthor e sua Sociedade tinha como base um esconderijo semelhante a base da Legião do Mal.

Sátiras

O Cartoon Network produziu alguns comerciais satirizando os Super Amigos. Confiram algumas:
Durante uma reunião da Legião do Mal, Brainiac diz: "Olha, eu só quero umas calças decentes" e Solomon Grundy solta uma fase já clássica: "Solomon Grundy quer calças também!”.
Um dos mais divertidos comerciais foi co-estrelada pelos Meninas Superpoderosas. É mostrado as meninas poderosas salvado Aquaman e Mulher Maravilha da Legião do Mal.
Um outro mostrou Batman cantando rap, surpreendendo a todos.
Também foram mostrados dois comerciais muito divertidos em que membros dos Super-Amigos e outros heróis da Hanna-Barbera (Homem Pássaro, Falcão Azul e Zandor) arrumando muita confusão em um avião e num cinema, perturbando um pobre rapaz nas duas ocasiões.
Havia também o Show do Aquaman e seus Amigos, em que Aquaman apresentava um programa de TV fracassado que constantemente era sabotado por Luthor. Sem contar que a Legião do Mal aluga sua base como dormitórios para vagabundos e alguns de seus membros trabalhando para extorquir dinheiro o bastante para pagar seus planos.Um besteirol assumido, a Legião do Mal são tratados como babacas, sem contar a abertura, isto tudo arrancava muitas risadas dos telespectadores.

Seja como for, Super Amigos marcou época.

-->Algumas fontes consultadas: Animaq - Almanaque dos Desenhos Animados e Super-Heróis nos Desenhos Animados.

6 comentários:

  1. Muito boa essa sua matéria! Excelente! Sem comentários... exatamente o que eu estava precisando! VALEU

    PARABÉNS

    ResponderExcluir
  2. nunca houve um encontro com space ghost?

    ResponderExcluir
  3. Obrigado pelos elogios. Olá Rochedo, não...Quem se encontrou com o Space Ghost foram Dino Boy, Herculóides, Shazzan, Mightor, Moby Dick e sua turma, Teen Force, Homem-Pássaro (no Adult Swim) e mais recentemente Batman.

    ResponderExcluir
  4. Rapaz gostei da sua redação, muito bom seu blog. Essa matéria não existe em lugar algum, show!

    ResponderExcluir
  5. Fiz uma viagem no tempo lendo sua matéria.
    Obrigado por partilhar conosco.

    ResponderExcluir
  6. Nossa, matéria sensacional mesmo, bateu até uma nostalgia aqui, acho que vou procurar pra baixar todas as temporadas.

    Parabéns e obrigado por compartilhar.

    ResponderExcluir

Maniacos por DC Comics, poste aqui sua opnião!