segunda-feira, 6 de junho de 2011

Planeta Diário – Plantão de Notícias: Mudança geral na DC

Atenção: Contém Spoilers!
Vinha se fazendo muito mistério sobre o que estaria reservado para setembro no Universo DC. Tudo isso porque o mês de agosto culminaria não só com o final da saga Flashpoint (grande saga desse ano da DC Comics), como também com o final da maioria, se não todos, os arcos dos títulos regulares do UDC. Era sabido também que nenhum artista ou roteirista da DC poderia falar sobre o que aconteceria após Flashpoint.

Entretanto, como o slogan de Flashpoint "Tudo vai mudar num flash", é o que acontecerá: aos poucos o novo UDC está sendo revelado...

Enquanto antes, Flashpoint #5 seria a unica edição da editora em 31 de agosto, agora a edição #1 de Liga da Justiça faz companhia. Mais tarde, a DC veio anunciando novos títulos e suas respectivas equipes criativas em seu blog oficial. O mais surpreendente é que que títulos clássicos como Action Comics e Detective Comics, tanto títulos mais recentes serão reiniciadas. Além disso, novas e diversificadas mensais serão lançadas.

Personagens serão modificados e novos surgirão, assim como uma nova cronologia será estabelecida. Todavia, a frase "não é reboot" está presente nos comunicados oficiais entre a DC Comics e todas as comic shops dos Estados Unidos, o que começou a levantar mais uma série de novas teorias e especulações, às quais a editora, obviamente, recusa-se a responder. Se isso não for mesmo um reboot só podemos supor que trata-se de uma nova Terra alternativa.

O autor J. Michael Straczynski contou a “Origem Secreta do Reboot” em um bate-papo rápido com o Bleeding Cool e revelou algumas informações chave para entendermos a atitude da editora que levou a este completo relançamento. Foi dito que Dan DiDio esteve ao lado de Grant Morrison o tempo todo e insistiu entre editores e publishers que o relaunch ( como o reboot vem sendo chamado pela DC) fosse feito após Crise Final, o que Paul Levitz vetou, porém, queda de Levitz como vice-presidente e publisher e a sucessiva ascensão de DiDio ao cargo (junto de Jim Lee) mudaram toda a figura e o relaunch entrou em ação lentamente. Entretanto, o Bleeding Cool conversou com algumas pessoas relacionadas a comicshops e ao mercado de quadrinhos, obtendo informações de que a ideia não partiu de Dan DiDio, ou Jim Lee, ou mesmo Geoff Johns. Na verdade o trio, junto de Grant Morrison, achou um absurdo a decisão que partiu diretamente dos presidentes Time Warner. Cansados de ficar atrás da Marvel todo mês eles decidiram tomar medidas drásticas para obter uma maior fatia de mercado, contradizendo o que J. Michael Straczynski disse.

Confiram as capas de alguns dos títulos anunciados:


Respectivamente: Justice League #1, Nightwing #1, Justice League International #1, Batman & Robin #1, Red Hood and the Outlaws #1, Batgirl #1, The Fury of Firestorm #, Wonder Woman #1, Mr Terrific #1, Batman #1, Detective Comics #1, Birds of Prey #1, Batwing #1, Captain Atom #1, Catwoman #1, Savage Hawkman #1, Aquaman #1, DC Universe Presents #1.

Algumas mudanças confirmadas:

-->Bruce Wayne é o único Batman
-->Dick Grayson voltará a ser Asa Noturna
-->Bárbara Gordon retomará o manto de Batgirl
--> Os Lanternas Verrmelhos
e os Novos Guardiões (com Kyle Rayner) ganharam títulos próprios
E muitas outras...

Para mais informações como as equipes criativas, títulos, bastidores, e boatos acesse o nosso parceiro Mutliverso DC, que vem postando atualizações sobre o "reboot" diariamente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Maniacos por DC Comics, poste aqui sua opnião!