sexta-feira, 20 de setembro de 2013

Magno, o Homem-Magnético

magno
2228788-tom_dalton__earth_x_Muito antes de Magneto estar certo e ter proclamado sua guerra contra a humanidade em prol dos mutantes, existia o pacato Tom Dalton, que, ainda nos anos 1940, se tornou o super-herói conhecido como Magno, o Homem Magnético graças a um pequeno empecilho ocorrido com ele enquanto exercia sua profissão. Mas você deve se perguntar: ‘que tipo de acidente no trabalho foi esse?’ Ah, coisa simples, Tom, que era um lineman da Atlas Electric Company, foi eletrocutado, e consequentemente morto, ao levar uma descarga de 10.000 volts de corrente contínua (D.C – do inglês Direct Current). Na tentativa de ajudar seu companheiro, um colega de serviço conseguiu trazê-lo de volta à vida após uma descarga de 10 mil volts de corrente alternada (A.C – do inglês Alternate Current). Isso não só trouxe Dalton de volta a vida, como também lhe deu poderes. Não sei o que seria melhor, processar a Atlas e ganhar uma boa grana devido ao acidente enquanto praticava sua profissão ou morrer e ressuscitar com poderes...

823383-magnoCriado para a Quality Comics por Paul Gustafson (notável artista e escritor da Era de Ouro que também criou heróis como o Bomba Humana) Magno fez sua estreia Smash Comics #13, publicada em agosto de 1940, em uma história auto-intitulada que mostrava sua origem. Ele continuou aparecendo por apenas mais nove edições até ser substituído por Jester, o Coringa. Magno foi um dos diversos heróis de curta duração que estrearam durante o auge da expansão super-heróica da Quality. Suas histórias se concentravam principalmente em suas aventuras como fantasiado, o que deixava a vida pessoal de Tom Dalton inexplorada. Sabe-se apenas que como um lineman em uma cidade costeira, ele muitas vezes tinha que dar desculpas rápidas para esquivar-se de seu emprego e lutar contra a injustiça. Tom teve uma pequena, mas bem sucedida carreira heroica. Entre suas façanhas, ele impediu um cruzeiro de ser torpedeado por um submarino alemão, parou uma onda de assaltos a bancos na cidade de Hillcrest, salvou Bob Green de ser injustamente eletrocutado, e preservou o segredo de Kali-Hana.
 
Em 1956, a Quality teve fechou as portas e em 1957, a DC Comics adquiriu o direito de publicar os personagens da finada editora, o que, obviamente, incluía personagens como Magno, Falcões Negros, Homem-Borracha e muitos outros. Ao contrário de Homem-Borracha e os Falcões, Magno, junto a muitos outros esquecidos e nem tão populares personagens da Quality, sentou seu bumbum na prateleira ao longo da Era de Prata.fCom a DC Comics entrando na Era de Bronze, o escritor apaixonado pela Era de Ouro Roy Thomas tomou posse estável dos heróis da DC da década de 1940. Thomas tentou revitalizar toda aquela mitologia e de forma retroativa criou um nova super equipe de guerra chamado Comando Invencível. Thomas colocou praticamente todos os heróis da Era de Ouro como parte deste grupo. Com All-Star Squadron# 31, Thomas trouxe os personagens da Quality para a continuidade da Terra-2. Através de um retcon Thomas fez com que Magno tinha sido membro da primeira versão dos Combatentes da Liberdade (formados por: Tio Sam, Homem-Hora I, Miss América, Justiça Invisível, Torpedo Vermelho, Neon e Magno). Em All-Star Squadron # 32, Tio Sam explicou como ele recrutou Magno e outros para formar os Combatentes da Liberdade. Sam recebeu uma premonição do ataque a Pearl Harbor e estes heróis foram tentar impedir o ataque de acontecer. Depois de idas e vindas, eles foram emboscados e toda a equipe foi deixada para morrer. Magno foi o único que realmente morreu naquele dia (apesar de, no momento da publicação deste conto, foi sugerido que todos os Combatentes, exceto Tio Sam, tinham sido mortos).

823373-magno03Na esteira da Crise Nas Infinitas Terras, o Multiverso foi apagado. Não havia mais Terra 2 ou Terra-X. Thomas precisava renovar algumas das histórias que ele tinha desenvolvido. Agora, em vez de múltiplas Terras, as façanhas de Magno, os Combatentes da Liberdade e o Comando tiveram terreno em uma só Terra durante a Segunda Guerra Mundial. Todas as histórias se passavam, com algumas mudanças, na Terra que surgiu após a Crise. Thomas ainda escreveu uma história que mostrava que todos os membros dos Combatentes originais, menos Magno, não morreram e sobreviveram à Segunda Guerra Mundial e até pouco antes dos Novos 52 estavam por aí. (Se bem que Neon aparece na recente mini do Bomba Humana). 

Vale lembrar que Magno aparece ao lado de centenas de heróis Era de Ouro na minissérie do selo Elseworlds de James Robinson, Era de Ouro. Magno é visto muito pouco na série, sendo visto apenas como um da miríade de heróis que combate Dynaman no final da série.
powers
 Embora seu nome sugerisse que ele apenas tinha o dom do magnetismo, Magno era na verdade uma bateria viva, ele canalizava eletricidade. Usando as correntes dentro dele, ele poderia criar uma variedade de efeitos. Ele tinha uma espécie de "super-olhos" que o fazia ver de grandes distâncias e ele também usava pulseiras de metal que criavam um campo eletromagnético poderoso quando ele aplicava seus poderes. Além disso, a força resultante podia impulsioná-lo em super-velocidade. Ele, além de ser imune a eletricidade, também podia criar uma espécie de campo de força que pode repelir objetos metálicos. E, claro, o que não podia faltar: ele controlava objetos metálicos. Entretanto, às vezes seu poder meio que se ‘esgotava’ e ele tinha que recarregar a si mesmo tocando em fios expostos. 

O Magno original da Era de Ouro chegou a ter algumas de suas histórias publicadas no Brasil. Curiosamente, sua identidade secreta de Tom Dalton foi alterada bizarramente para Nelson Bastos. Confira a relação das revistas brasileiras com o Magno da Era de Ouro AQUI!

magno2_USFFv2_04Um segundo Magno surgiu em Uncle Sam and the Freedom Fighters #3 de 2008. Este Magno era um habitante de Blüdhaven quando a Sociedade Secreta de Super-Vilões jogou Químio sobre a cidade, a destruindo. A explosão nuclear acabou acionado o gene meta em muitos de seus habitantes sobreviventes. A maioria desses habitantes foram levados por um ramo do governo dos EUA chamado S.O.M.B.RA para experiências. Eles tiveram suas habilidades desenvolvidas e passaram por controle mental para manter a América segura à todo custo como operativos da S.O.M.B.R.A. Magno foi um desses agentes. Ele foi atribuído a uma equipe conhecida como Crusaders.
1716460-magno3
Com as novas versões atualizadas de Tio Sam e os Combatentes da Liberdade, os escritores Jimmy Palmiotti e Justin Gray extraíram ao máximo de histórias da Quality e aventuras dos Combatentes na Era de Prata para criar aliados e inimigos dos seus novos Combatentes. Os dois renovaram o antigo Magno da Quality. A equipe do novo Magno, os Crusaders também foram baseados em super time que lutou contra os Combatentes da Liberdade nas páginas da Freedom Fighters # 7-9. O design deste novo Magno foi criado pelo artista Renato Arlem. Vale lembrar que este Magno foi concebido como um ‘personagem one-shot’, e só o tempo dirá se ele é visto novamente.

Nota: Até o momento, não foi revelada nenhuma conexão entre este novo Magno e o Magno original, Tom Dalton.
 
214424-174249-magno 
Mas o legado de Magno não acaba aqui. Se olharmos atentamente ao futuro da Terra 247, encontramos entre a fileira dos Legionários deste universo paralelo Dyrk Magz, o Magno desta Legião. Dyrk era como Cósmico, um Braaliano nascido com o dom de controlar campos magnéticos. Magz também foi membro da Polícia Científica e provavelmente foi apagado junto a todo o Universo da Terra 247. Dyrk até tem certa semelhança com Tom.
magno_Super_Mystery_Comics_v1_02 
Curiosidade: Outro herói chamado Magno estreou pouco antes do herói da Quality aparecer pela primeira vez. Este personagem em questão estreou em Super-Mystery Comics #1 (Julho de 1940) da Editora Ace. Este personagem foi a estrela da capa e também estrelou Ace's Four Favorites. Não há conexão entre os dois, mas seus poderes eram um pouco semelhantes. Este Magno se encontra em domínio público.

Um comentário:

  1. Mais uma matéria muito interessante, Gustavo. Parabéns!

    É interessante ver como a Era de Ouro foi rica em personagens. Mais interessante ainda é ver como certas ideias são mais antigas do que eu pensava. Tipo, podia garantir que o Magneto era o primeiro personagem com poderes magnéticos rsrsrsrs

    Abraço!

    ResponderExcluir

Maniacos por DC Comics, poste aqui sua opnião!