quarta-feira, 16 de dezembro de 2009

Os Substitutos do Superman--> Superboy

Bom, aqui se inicia uma "tie-in" do Especial sobre a Morte do Superman. Esse "tie-in" trará as fichas dos 4 substitutos do Superman durante o Retorno. Além disso, esse especial servirá como ajuda para a enquete (PS.: Já encerrada). Primeiramente: Superboy!

Superboy

Ele foi projetado pelos Laboratórios do Projeto Cadmus para se tornar o sucessor do Superman. O projeto inicial era criar um clone parcialmente criado a partir do DNA do Homem de Aço, quando este foi morto. Mesmo nomeado Superboy, mesmo que não gostasse, e análogo à sua contraparte kryptoniana em diversos aspectos, o jovem herói possuia um poder que não compartilhava com Superman: telecinésia táctil, que lhe permite gerar ondas explosivas através de tudo o que toca. Também possuia velocidade, força, poder de vôo e invulnerabilidade (limitada). Entretanto, seus genes kryptonianos tornaram-se saturados com energia solar, permitindo a manifestação de poderes similares aos do Superman, incluindo sua habilidade

O clone, que na época ainda detestava ser chamado de Superboy, fugiu e combateu com outros três aspirantes a Superman o posto de substituto de Superman, porém Superboy tinha ao seu lado a impressa e as garotas, que ele atraia com sua beleza. Quando o Superman verdadeiro retornou da morte, Superboy se aliou a ele, Aço e Erradicador e foi crucial na derrota do SuperCiborgue. O clone finalmente percebeu que ele não era o verdadeiro Superman e ele acabou por assumir definitivamente o nome de Superboy para si.

Depois de uma curta estadia em Metrópolis, Superboy junto a seus amigos e sua namorada se mudaram para o Havaí onde o garoto se sentiu em casa junto a garotos como ele e cheio de “gatinhas”. Superboy ainda foi membro fundador da Justiça Jovem junto a Robin e Impulso.

O garoto adotou o nome kryptoniano de Kon-el e ainda presenciou a morte de sua namorada Tana que o abalou muito.O antes garoto que representava a adolescência dos anos 90, que era extrovertido, mulherengo e vaidoso se tornou um garoto sério, que abandonou a famoso jaqueta. O garoto começou a atuar mais sério na Justiça Jovem até que a equipe acabou depois da morte de Donna Troy durante uma reunião da equipe com os Titãs.

Kon-el, aconselhado por Superman adotou a identidade de Conner Kent e foi morar com os pais adotivos de Superman. O garoto não se sentia bem na fazenda, na área rural, chegou a mudar de visual, usando óculos, cortou o cabelo e se tornou um rapaz solitário.

Conner foi convidado por Cyborg para integrar a nova formação dos Novos Titãs, onde reencontrou antigos amigos da Justiça Jovem como Robin, com quem iniciou uma grande amizade, Impulso (que depois se tornou Kid Flash) e Moça Maravilha, com quem teve um duradouro romance.

Logo após se juntar aos Titãs, Superboy descobriu mais uma grande diferença entre ele e Superman: 50% de sua estrutura genética tinha origem do maior inimigo do Superman: Lex Luthor.
O jovem tinha medo de manifestar seu "lado negro" herdado de Luhtor e por isso ele optou por não compartilhar esta informação com seus amigos, exceto Robin. Este foi um ato que o isolou de todos e que, em seguida, permitiu que ele atacasse o grupo, sob a influência de Luthor. Com a ajuda dos Renegados, os Titãs conseguiram libertá-lo da sua contraparte má. Contudo, Connor deixou o grupo. Contudo, tal fato magoou demais Conner, que deixou o grupo e se isolou em Smallville com Martha e Jonathan Kent e Krypto.Não se sabia que tal fato deixaria até um clone com uma cicatriz na alma, tal alma que descobriu com ajuda de Ravena.

Conner decidiu abandonar a carreira de super-herói, porém quando foi atacado por Superboy Primordial na Crise Infinita, mas teve a ajuda de seus companheiros, mesmo assim se feriu gravemente. Seus fiéis amigos foram em busca de uma cura e quando curado finalmente teve um dos momentos mais importantes de sua vida, uma noite de amor com sua namorada.

Logo depois, o garoto de aço rumou ao lado de Asa Noturna até a base de Alex Luthor e Superboy Primordial, onde se juntaram a Moça Maravilha, em uma batalha onde Conner mostrou toda sua valentia e nobreza ao dar sua vida para destruir a torre que Alexander Luthor da Terra 3 usava para encontrar sua Terra perfeita. Aquele foi o pior momento da vida de Cassie, a Moça Maravilha pois Conner morreu nos braços dela.

Quando o Superboy Primordial ameaçou o continuum tempo, no século XXXI, Brainiac 5 planejou trazer a única pessoa que poderia derrotar o insano adolescente: Conner Kent.Viajando 1000 anos ao passado, a Legião dos Super-Heróis fez com que o corpo de Conner fosse colocado na mesma câmara de regeneração Kryptoniana que trouxe o Superman de volta à vida. Conner estava de volta para ajudar Superman e a Legiao dos Super-Heróis a derrotar o Superboy Primordial.

Agora de volta à vida, Superboy retornou ao século XXI e à sua carreira heróica onde voltou aos Novos Titãs e finalmente reencontrou seu eterno amor, Moça Maravilha. Conner agora está vivendo com a viúva Martha Kent em Smallville, os dois mantêm uma relação de mãe e filho. Conner, quando não está atuando com os Titãs ou namorando ou patrulhando Smallville, fica brincando com Krypto.


Perfil retirado do blog da Torre Titã, onde sou colaborador. Agradecimentos especiais a Tarcisio Aquino (criador do blog Torre Titã), que me autorizou a usar esse perfil e outros. Valeu Tarcisio!!!!!

Um comentário:

  1. Sensacional essa matéria sobre o Homem de Aço! Parabéns por esse blog incrível, muito bem elaborado e informativo, "Antimonitor"! Vou continuar acompanhando sempre...

    ResponderExcluir

Maniacos por DC Comics, poste aqui sua opnião!