sexta-feira, 29 de julho de 2011

As Aventuras do Superpup: O fracassado e bizarro piloto de seriado do Superman

Superman é o super-herói mais famoso e conhecido de toda a história e isso fez com que o herói aparecesse em diversas mídias, em filmes, desenhos e seriados. Isso não é novidade. Mas o que pouca gente sabia é que o Homem de Aço chegou a ganhar uma versão canina na TV. E, não, não estou falando de Krypto. Confira:

Em 1958 foi produzido um piloto de uma nova série de TV chamada Superpup, com as aventuras do cachorro Bark Bent, que secretamente era o herói Superpup.

O piloto começava com uma variante da introdução padrão do Superman ("mais rápido que uma bala..."), incluindo disparos de foguetes e Superpup voando. Então, Rato Montmorency aparece e observa que apenas ele e o público sabem que o herói secretamente á na verdade Bark Bent, o repórter estrela do Daily Bugle. Montmorency, uma espécie de mascote do herói, vivia na gaveta Bark e serve tanto para incitá-lo em ação e explicar erros de continuidade vistos no piloto.Na trama, Bent era convocado para ir ao escritório do jornal, Terry Bite, que elogia tanto Bent quando Pamela Poodle, parceira de Bark, pelo trabalho de ambos na captura do professor Sheepdip, com a ajuda do Superpup. Sheepdip é um vilão nos moldes de Lex Luthor.Enquanto isso, na cadeia local (rotulada simplesmente como "prisão"), o vilão foge com a ajuda de uma serra e de seu capanga Wolfingham. O Sargento Beagle sargento acaba falhando em impedi-lo de finalizar sua fuga com um canhão de brinquedo, que erra o carro dos vilões e ao ser enganado durante a perseguição a carro. Enquanto os funcionários do jornal ficam sabando pelo general que o Sheepdip fugiu e se preocupam. Enquanto isso, o professor explica seu plano para se vingar de Bark Bent e de todos do jornal: usa uma forma de bomba que criou. Felizmente, Superpup joga o relógio onde Wolfingham estava escondido com explosivo dentro do prédio do jornal em Sheepdip.
Frustrado em seu primeiro esforço, Sheepdip constrói um foguete e atrai Pamela Poodle para seu esconderijo, através de uma ponta falsa sobre uma festa da sociedade. Quando Montmorency fala sobre a ponta, Bark percebe que é uma armadilha e se transforma em Superpup e corre para o resgate. Ele desata Pamela do foguete, que acaba atingindo o carro dos vilões. Em seguida, Sheepdip e seu capanga são presos pelo Sargento e Terry. Por fim, Superpup voa enquanto Pamela olha para admirada. O piloto encerra-se com um vôo final de Superpup.

Bizarro não? Os produtores acabaram percebendo que isto era uma idéia absurda e abortaram o projeto com neste piloto. Embora nunca tenha sido exibido na televisão, cópias em preto e branco do piloto circularam entre os fãs em convenções de quadrinhos a partir de 1970. Ela também apareceu em fitas VHS não autorizadas. Em 2006, a Warner Bros lançou o piloto como um bônus extra no Set de DVDs de filmes do Superman. Esta versão utilizava filmagens coloridas para a maioria primeira parte, e em preto e branco para o restante do piloto. Esse mesmo extra foi lançado para o Blu-Ray na The Superman Motion Picture Anthology.

Confira esta raridade AQUI e AQUI

3 comentários:

  1. Com ou sem Super Pup patrulhando a cidade é bom saber que o Antimonitor está exercendo seus dons arqueológicos e nos brindando com essas pérolas.Muito bom.

    ResponderExcluir
  2. Nossa, essa eu não sabia.... Superman versão Tv Colosso! Gus, muito show o seu post, continue suas pesquisas arqueológicas, a gente agradece!

    ResponderExcluir

Maniacos por DC Comics, poste aqui sua opnião!